Menu


THIS IS ROCK








Machado de Einstein: "Novo Rumo" está agora nas plataformas digitais

A banda Machado de Einstein acaba de liberar nas principais plataformas digitais, o mais recente álbum de músicas inéditas, “Novo Rumo”. O disco é composto por 10 canções que abordam temas sociais, críticas e reflexões sobre a vida, e tudo isso sem perder a pegada Rock.
Track list: “Novo Rumo”
01 - Insane
02 - Faz sentido
03 - Won’t you
04 - Por Amor
05 - Novo Rumo
06 - Mr. Blues Man
07 - Cruel
08 - Instituições
09 - Erros e acertos
10 – Burn
O álbum também pode ser adquirido de forma física. Para ter uma cópia, basta entrar em contato direto com a banda, pelo endereço: https://m.facebook.com/machadodeeinstein/
Para acesso ao Spotify:
https://machadodeeinstein.hearnow.com/
Em “Novo Rumo” o Machado de Einstein apresenta guitarras distorcidas (típicas do Grunge da década de 90) e muito Hard/Rock. A cozinha tem linhas de baixo graves e pulsantes e uma bateria firme e pesada. Os vocais transitam entre momentos suaves e drives rasgados. A produção ficou por conta do experiente produtor Oliver Dezidério.
Músicos
Daniel Siebert - voz e guitarras
Edgar Gomes de Souza - guitarras
Ozeias Matos - baixo e guitarra
Henrique Lopes - bateria
Oliver Dezideiro - Sintetizador
www.machadodeeinstein.com.br
https://m.facebook.com/machadodeeinstein/
https://www.instagram.com/machado_de_einstein/
https://www.youtube.com/c/MachadodeEinstein

Machado de Einstein é uma banda autoral de Balneário Camboriú SC. Recentemente assinou com o selo Musikorama. Com vocal rasgado e letras em português e inglês tem influencia de bandas como Linking Park, Nirvana, Alice in Chains, Metallica, O Rappa, Dazaranha, Charlie Bronw Jr entre outras. Objetivo da banda é abordar temas sociais atuais e filosoficos através das musicas com energia e peso. Machado de Einstein é uma banda de Rock de Balneário Camboriú, litoral de Santa Catarina, fundada em 2014 pelos músicos Daniel Siebert, Edgar Gomes e Henrique Lopes. O grupo lançou seu primeiro álbum chamado “Survive” em 2016, disponível para streaming no Youtube, Spotify e Soundcloud. Deste trabalho foram gravados dois videoclipes – “War” e “Colheita”, ambos ultrapassaram a marca de 30 mil visualizações no Youtube. Em 2017 a banda assina com a Musikorama Music Records, o sub-selo rock da Universal Music e VEVO, iniciando as gravações do segundo álbum (Novo Rumo) produzido pela ODZ Music. “Insane”, o primeiro single deste álbum, foi lançado através do canal VEVO e em poucas semanas ultrapassou 60 mil visualizações. O álbum “Novo Rumo” é composto por 10 canções que abordam temas sociais, críticas e reflexões sobre a vida, tudo isso sem perder a pegada do rock. Novo Rumo tem como característica as guitarras distorcidas típicas do Grunge da década de 90 e do Hard Rock, baixo pulsante e grave, bateria firme e marcante cndom linhas inusitadas. Já os vocais transitam entre momentos suaves e drives rasgados bem executados pelo vocalista Daniel Siebert. A produção ficou por conta do experiente produtor Oliver Dezidério que, trabalhando em conjunto aos arranjos elaborados pela Machado de Einstein, criou uma sonoridade moderna e orgânica, tendo como resultado uma textura sonora única.

https://machadodeeinstein.com.br/sobre/

Confira  abaixo "Insane" o novo Som da Banda





The Cure irá voltar ao estúdio para celebrar 40 anos de banda


2018 é um ano muito especial para o The Cure já que a mega influente banda britânica irá celebrar seus 40 anos de carreira.

Robert Smith, líder do grupo, tem vários planos para os próximos meses e nós já inclusive falamos sobre um deles que é o de realizar a curadoria do Meltdown Festival, com bandas como Death Cab For Cutie, Nine Inch Nails, Mogwai, My Bloody Valentine, Deftones e, é claro, o Smiths.

Além de selecionar um time de primeira para o evento, em entrevista para a BBC 6 Music, o músico disse que “voltou a se apaixonar pela arte de criar novas músicas” e inclusive revelou que já agendou horários em estúdios para que a banda faça suas gravações.

O último disco de estúdio do The Cure é 4:13 Dream, de 2008, o que significa que se um novo disco viesse à tona, seria o primeiro em dez anos e o primeiro desde a existência do TMDQA!, por exemplo, que nasceu em 2009.

Que venha, estamos preparadíssimos!







Arctic Monkeys anuncia lançamento de seu novo álbum, “Tranquility Base Hotel & Casino”

Arctic Monkeys retorna com o sexto disco de estúdio, intitulado Tranquility Base Hotel & Casino, no dia 11 de maio de 2018, sexta-feira. Produzido por James Ford e Alex Turner, o álbum foi gravado em Los Angeles, Paris e Londres.

O primeiro lançamento desde AM (2013) enfatiza a busca da banda por novos terrenos musicais em cada álbum. Tranquility Base Hotel & Casino torna a aposta grande; é um corajoso e brilhante disco que reflete e compreende melhor do que nunca a visão criativa de Turner.

O LP vem em uma capa gatefold, com as letras e uma sessão de fotos e um vinil prateado. A venda será feita exclusivamente na AM Store . O lançamento também estará disponível em CD (no Brasil, o CD será lançado pela Deck), vinil comum e nas plataformas digitais.

Tracklist:

1. Star Treatment
2. One Point Perspective
3. American Sports
4. Tranquility Base Hotel & Casino
5. Golden Trunks
6. Four Out Of Five
7. The World’s First Ever Monster Truck Front Flip
8. Science Fiction
9. She Looks Like Fun
10. Batphone
11. The Ultracheese

Fonte: universodorock









Simple Plan anuncia 5 shows no Brasil

Um dos principais grupos de pop-punk da música mundial, o Simple Plan está de volta ao Brasil em 2018! Depois de lançar nove álbuns e vender 7,5 milhões de cópias, a banda volta ao país comemorando os 15 anos de lançamento do seu primeiro álbum, No Pads, No Helmets… Just Balls, que será tocado na íntegra. Os shows da No Pads, No Helmets… Just Balls 15th Anniversary Tour no Brasil acontecem dia 25 de maio, em Porto Alegre, no Pepsi On Stage; dia 26 de maio, em Curitiba, na Live; dia 27 de maio, em São Paulo, na Audio; dia 30 de maio no Rio de Janeiro no Circo Voador e dia 1º de junho, em Uberlândia, na Arena Sabiazinho.

Os ingressos estarão disponíveis em pré-venda a partir de 02 de abril para o fã clube e a partir de 03 de abril para o público em geral, no site da Livepass.

No Rio de Janeiro, pré-venda a partir de 28 de março para o fã clube e a partir do dia 29 de março para o público geral no site da Ingresso Rápido. 






Nenhum de Nós lança videoclipe de canção inédita do novo EP “Doble Chapa”

“Uma Vida Ordinária”, a nova música do Nenhum de Nós, fala de alguém que deseja sair de uma vida sem perspectiva e que acorda cedo para conseguir isso. Alguém que busca seu próprio caminho. A faixa que abre o EP ganhou versão para o espanhol, já que sua autoria em parceria com Thedy Corrêa é assinada também pelo músico uruguaio Fede Lima, cujo projeto artístico se chama SOCIO. É com ela que o quinteto gaúcho renova parcialmente seu repertório e inicia uma nova tour em abril. E, mais uma vez, começando por São Paulo: a banda faz temporada no Teatro J. Safra dias 20 e 21 de abril.

As interações com o pop & rock uruguaio não param por aí: a faixa “Fã de Faith No More” é uma versão do Nenhum para um dos maiores hits de SOCIO. E a música “O Aprendiz”, é uma versão para o português de uma canção da banda uruguaia Cuarteto de Nós.

Doble Chapa é uma expressão que define as pessoas que vivem na fronteira próxima ao Uruguai. Motivo de documentários, ensaios literários e canções, inspirou o grupo gaúcho no momento de batizar o EP. “Fronteiras podem ser legais na medida que abrigam iniciativas culturais marcadas por peculiaridades. Misturar estas particularidades para gerar algo novo é o tom deste novo trabalho”, revela o guitarrista Carlos Stein. “Com Doble Chapa reforçamos nossa identidade latino americana” complementa Thedy Corrêa. E prossegue: “somos apaixonados pelo nosso continente e temos especial orgulho de nossa condição de sulistas e gáuchos (com o acento castelhano). Nossa cultura é o resultado desta mistura que não conhece fronteiras e que faz com que haja sintonia mesmo falando línguas diferentes”.

Com o lançamento deste EP, o primeiro nos 31 anos de carreira da banda, o Nenhum prossegue reforçando seus laços com os artistas do Prata, desta vez também no campo autoral. Sobre isto fala Carlos Stein: “temos uma identificação natural com o rock produzido nesta região. Usamos as mesmas fontes. Mas isso não é novidade em nossa carreira. A novidade é lançar um trabalho totalmente voltado para isto”. E Thedy Corrêa reforça: “quando ouço uma canção em castelhano que eu gosto, automaticamente faço versões na minha cabeça como um exercício criativo. Algumas destas versões entraram em discos, outras apenas ficaram como experimentos. Mas o vai e vem do idioma é incrivelmente estimulante.”






Dire Straits: banda vai se apresentar sem Mark Knopfler no Hall da Fama

Alan Clark, tecladista do Dire Straits, confirmou que a banda vai se apresentar na cerimônia de indução do Rock and Roll Hall of Fame sem o guitarrista Mark Knopfler, em nota publicada no seu site oficial."Há muitos boatos em foruns sobre a possibilidade da banda se apresentar no Hall da Fama, e quem estaria na cerimônia. Bem, aqui vai a nota oficial: eu, Guy Fletcher e John Illsley estaremos na cerimônia e tocaremos uma versão acústica de ´Telegraph Road´ sendo eu na harmônica, Guy no ukulele, John no banjo e o vocal será feito por Stevie Wonder", diz a nota.

David Knopfler, irmão de Mark e um dos fundadores do Dire Straits, também revelou via facebook que não estará presente na cerimônia, afirmando que a organização havia prometido pagar as despesas de viagem mas depois eles voltaram atrás, e por isto ele não vai comparecer ao evento.






Dream Theater: com peso, novo disco deve ter influência de Images & Words

O tecladista Jordan Rudess falou, em entrevista ao Metal Wani, sobre o próximo disco do Dream Theater, que começará a ser planejado em breve. O músico afirmou que o álbum será mais pesado que seu antecessor, "The Astonishing" (2016), e pode ter influência do clássico "Images And Words" (1992), graças à turnê onde o tocaram na íntegra para celebrar seu 25° aniversário. As declarações foram transcritas pelo Blabbermouth."Certamente, voltar ao 'Images And Words' foi significativo para nós. E foi ótimo para os fãs. Foi um show empolgante. [...] Tendo feito a turnê e experimentado a mágica daquele álbum, sim, acho que as influências meio que nos trazem de volta às raízes, à fundação do que a banda era naquela época", afirmou.

Entre maio e junho, segundo Rudess, o novo disco deve começar a ser feito. "Temos interesse apenas em juntar nossas mentes e encontrar algo que seja representativo sobre quem somos. Talvez vá um pouco para o lado mais pesado. Certamente, (não será) nada como um disco conceitual, já que fizemos 'The Astonishing' e nos divertimos, e foi um projeto incrível e criativo. Acho que, agora, vamos voltar um pouco às nossas raízes e isso, provavelmente, envolve um pouco de uma abordagem mais pesada para o som, mas sem perder de vista a melodia", disse.










Kiss: "nova geração" de integrantes deve ser escolhida em reality show

Kiss pode lançar, daqui algum tempo, um reality show para escolher os integrantes que vão dar sequência à banda. A informação foi revelada por Gene Simmons, em entrevista ao Toronto Sun.

A reportagem menciona, de forma muito breve, que Gene Simmonsconversou com o produtor de reality shows Mark Burnett sobre a realização de um programa do gênero para buscar a "nova geração" de integrantes do Kiss. "Não podemos fazer isso para sempre", afirmou.É dito, ainda, que a proposta é lançar o reality show quando o Kiss estiver pronto para se aposentar. Ou seja, não há planos imediatos para a banda pendurar as chuteiras - ou os saltos de plataforma.

'Franquia'

Não é novidade que os dois membros originais remanescentes do KissGene Simmons e o vocalista e guitarrista Paul Stanley, pretendem transformar a banda em uma espécie de franquia. Ao longo dos anos, os músicos têm dito, repetidamente, que querem o grupo seguindo sem qualquer membro da formação clássica.Em entrevista recente à rádio 95.5 KLOS, Paul Stanley falou sobre o assunto. "Eric (Singer, baterista) está na banda há 20 e tantos anos, saindo e voltando. E Tommy (Thayer, guitarrista) está há 15. As pessoas que pensaram inicialmente 'bem, serão os quatro caras originais' estão 50% erradas. O Kiss é um conceito, um ideal, uma forma de fazer performance e oferecer à audiência, e isso vai além de mim. Sou um grande fã de mim - acho que sou realmente bom no que faço -, mas não quer dizer que exista alguém que possa trazer algo à banda. Não um clone, alguém que me copie, mas eu fui influenciado por muita gente, então, há pessoas que foram influenciadas por mim", disse.

Especulações sobre aposentadoria

No início de 2018, a Kiss Catalog Ltd., dona dos direitos de propriedade intelectual relacionados à banda, entrou com um pedido de registro feito para a marca "The end of the road" ("O fim da estrada", em tradução livre para o português) na United States Patent and Trademark Office (USPTO), entidade que gerencia patentes nos Estados Unidos. Graças ao nome sugestivo, muitos fãs especularam que o Kiss estaria planejando encerrar suas atividades.No entanto, Paul Stanley explicou que foi apenas uma medida preventiva. "Não é nosso primeiro registro de marca. Achei o nome incrível e fiquei surpreso que ninguém o tenha usado antes. Queria garantir que quando o usarmos - e haverá um momento no qual o usaremos, imagino -, quero garantir que seja nosso", afirmou.O Kiss já anunciou que encerraria suas atividades em 2001, quando ainda contava com o guitarrista Ace Frehley e o baterista Peter Criss, reunidos na formação original. Entretanto, o grupo mudou de ideia e seguiu com Tommy Thayer e Eric Singer nas vagas de Frehley e Criss, respectivamente.






Pearl Jam vai lançar gravações dos últimos shows no Brasil

Além de guardar na memória, os fãs da banda Pearl Jam receberam uma ótima notícia ontem (12): o grupo, que foi atração do Lollapalooza (São Paulo) e fez um show solo no Rio de Janeiro, no mês passado, anunciou que os dois shows terão seus respectivos áudios disponibilizados para compra no site da banda. Essa não é uma especificidade dos shows no Brasil! Batizados de "Bootlegs Oficiais", os áudios de alguns shows do grupo são escolhidos para ser comercializados (como um novo disco digital) no site oficial do grupo. O preço varia entre US$ 9.99 e US$ 17.98 e os fãs podem encontrar apresentações completas até de 1993.O anúncio de que os shows da America do Sul seriam uns dos escolhidos para completar a coleção digital foi feito através das redes sociais do grupo.

No anúncio, o grupo revela que ambos os shows serão transmitidos na rádio via satélite Sirius XM, sendo o do Rio de Janeiro no dia 30 de abril (venda em 4 de maio) e o de São Paulo no dia 7 de maio (venda dia 11 de maio).

Fonte: showlivre.com







Assista ao videoclipe de “Life on Earth”, novo single do Snow Patrol.

A banda Snow Patrol acaba de lançar o videoclipe de “Life On Earth”. O single faz parte do próximo álbum da banda, “Wildness”, seu sétimo trabalho de estúdio, com lançamento programado para 25 de maio. “Don´t Give In” foi a primeira faixa do álbum divulgada pela banda e já conta com mais de 2 milhões de plays no Spotify. Ouça AQUI

Formado por Gary Lightbody, Paul Wilson, Nathan Connolly, Johnny McDaid e Jonny Quinn, o Snow Patrol fez uma pausa nos últimos anos. “Descobrir onde o Snow Patrol se encaixa no mundo da música após um intervalo de 7 anos será um desafio”, disse o vocalista, Gary Lightbody. Ao longo de uma carreira de duas décadas, o Snow Patrol encontrou seu espaço no mundo da música. Desde a sua estreia, em 1998, com o álbum “Songs for Polarbears”, a banda já angariou um número impressionante de elogios de público e crítica pelo mundo. Seu último disco, “Fallen Empires”, de 2011, vendeu mais de 260 mil cópias somente no Reino Unido.

Com números expressivos, incluindo 15 milhões vendas de álbuns, mais de 1 bilhão de streams globais, múltiplos certificados de platina no Reino Unido e indicações aos prêmios GRAMMY , BRIT Award e Mercury Music, “Don´t Give In” é uma bela amostra do que esperar do novo álbum. Um dos maiores sucessos da banda, a música “Chasing Cars”, tem mais de 183 milhões de views no YouTube e mais 4 milhões de streams.

CINCO MOTIVOS PARA VOCÊ NÃO PERDER A TURNÊ DO OZZY OSBOURNE NO BRASIL

Recentemente Ozzy Osbourne revelou que sairá em uma turnê mundial de despedida e virá ao Brasil para uma série de shows.

Essa não é a primeira vez em que Ozzy decide se aposentar dos grandes palcos. Na década de 90, ele apresentou a turnê No More Tours dizendo estar cansado, mas agora a despedida parece ser verdadeira.

Apesar de confirmar que a nova turnê não significa sua aposentadoria, Ozzy revela que não gostaria mais de fazer longas viagens então irá oferecer uma última oportunidade aos seus fãs de vê-lo ao vivo. Pensando nisso, separamos cinco motivos para você não perder os shows do Príncipe das Trevas no Brasil. Confira abaixo:

05. Com o fim do Black Sabbath, essa talvez seja sua última chance de ouvir os clássicos do grupo ao vivo

Em Fevereiro de 2017, o Black Sabbath apresentou seu último show após uma extensa turnê de despedida. Nesse caso, a banda realmente encerrou suas atividades e não há planos de se juntar novamente. Sendo assim, os fãs do grupo terão apenas essa oportunidade de ouvir algumas das mais icônicas faixas do Sabbath, visto que Ozzy sempre as inclui em seu setlist.

04. Seu show é uma aula de Rock and Roll

Mesmo se Ozzy mudar de ideia e essa turnê na América Latina não for sua última passagem pelo continente, um show do Princípe das Trevas é sempre um ótimo programa. Com a energia e vigor que conquistou o público na década de 60, o cantor sempre apresenta um show incrível.

03. O Wikimetal te leva ao show de graça!

Para nos certificar que você não vai perder o show do Ozzy no Brasil, o Wikimetal está promovendo um concurso cultural valendo um ingresso de pista para ver o show em São Paulo, Rio de Janeiro ou Belo Horizonte. Clique aqui para saber como participar.

02. Ozzy Osbourne e Zakk Wylde estão juntos novamente

O cantor convidou seu amigo e guitarrista Zakk Wylde para fazer parte dessa última turnê mundial. Apesar de Wylde já ter visitado o país algumas vezes, essa é uma oportunidade única para seus fãs o verem reunido com o Princípe.

01. Mesmo não se aposentando, as chances de Ozzy voltar ao Brasil são mínimas

Ozzy deixou claro que a turnê não será sua última, porém ele revelou sua vontade de passar mais tempo em casa com sua família, o que limitará suas viagens. Países como Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos, Canadá e outros lugares próximos ao cantor devem esperar uma visita eventualmente, mas países como o Brasil que exigem uma longa viagem, Ozzy não deve repetir a dose.

Fonte: wikimetal


Nightwish confirma oficialmente única apresentação no Brasil

Com realização Free Pass e Dynamo Brazilie, o Nightwish faz única e exclusiva apresentação no Brasil, no dia 28 de setembro, no palco do Tom Brasil, em São Paulo.

Celebrando 22 brilhantes anos de carreira e milhões de álbuns vendidos em todo mundo, Tuomas Holopainen (teclado), Erno “Emppu” Vuorinen (guitarra), Floor Jansen (vocal), Marco Hietala (baixo/vocal), Kai Hahto (bateria) e Troy Donockley (uilleann pipes, low whistles, vocal) são um dos nomes mais respeitados da música internacional nos últimos anos.

Nesta excursão, o grupo preparou setlist mais do que especial, apresentando material extremamente raro, principalmente com composições do começo da carreira jamais ou pouquíssimas vezes tocadas até os dias de hoje, com adaptações para alguns clássicos, além de boas surpresas. Este setlist será “one-off” e só será executado durante a “DECADES: WORLD TOUR 2018”.

Como special guest, a banda holandesa Delain, que está na estrada promovendo o novo álbum “Moonbathers”, terá a responsabilidade de abrir todas as datas desta excursão.

Sob o comando de Tuomas Holopainen, o Nightwish já fez mais de dois mil shows e vendeu mais de 10 milhões de discos ao redor do Globo, solidificando o status de uma das maiores bandas do heavy metal europeu.

A banda sempre teve como característica um som repleto de criatividade e virtuosismo, tanto em sua temática, com letras que evocam mundos fantásticos e paralelos, paixão e sangue, conectando passado, presente e futuro.

Após lançar oito excelentes álbuns, o grupo segue em bem-sucedidas excursões pelo Mundo e ainda conquistando novos fãs com suas belas performances. Com um setlist bem elaborado e a execução de diversos clássicos, a nova excursão, como não poderia ser diferente, tem registrado a impressionante marca de shows sold out.

O tecladista Tuomas Holopainen falou sobre a escolha das músicas que entraram para a coletânea de CD duplo “Decades”, lançada em março via Nuclear Blast: “Se alguém nunca ouviu Nightwish e gostaria de conhecer a banda e entender o que passamos nesses últimos 20 anos, esse disco será uma ótima maneira. Essa foi minha filosofia enquanto escolhia as faixas”.

Fonte: Universodorock

Moonspell desembarca com nova turnê mundial neste mês no Brasil

Dramaturgia conceitual criada para “1755” retrata o grande terremoto que devastou Lisboa – foto: Paulo Mendes

Após impressionante e arrebatadora performance no Rock in Rio 2015, o Moonspell, um dos grupos mais cultuados no atual cenário do heavy metal mundial, está prestes a desembarcar no Brasil para mais um show histórico.

Uma das principais apresentações desta nova passagem de Fernando Ribeiro (vocalista), Ricardo Amorim (guitarra), Pedro Paixão (guitarra), Aires Pereira (baixo) e Mike Gaspar (bateria) pela América Latina, acontece, no próximo dia 26 de abril, no Carioca Club, em São Paulo.

O repertório composto de diversos importantes clássicos como “Night Eternal”, “Opium”, “Awake”, “Vampiria”, “Alma Mater”, “Everything Invaded”, “Full Moon Madness”, além das principais composições do magnifico novo álbum intitulado “1755” (Napalm Records), tem protagonizado recentemente apresentações apoteóticas em diversos países da Europa.

Com o prestigio de sempre estar realizando longas turnês e participar dos principais festivais da Europa, o novo show celebra 26 anos de sucesso e o explosivo novo álbum “1755”, uma intensa dramaturgia conceitual, inteiramente cantada em português e criada para retratar o terremoto que devastou Lisboa, que aliado a incêndios e tsunami, praticamente destruiu a capital portuguesa e seus arredores.

O álbum, produzido por Tue Madsen (Meshuggah, The Haunted, Dark Tranquility, Dir En Grey, Die Apokalyptischen Reiter) também apresenta Paulo Bragança, fazendo os vocais sobrenaturais como um anjo caído saindo de um Fado, algo muito frequente na cultura portuguesa. Seus vocais fascinantes são apresentados em “In Tremor Dei” (“Fear Of God”). O repertório também inclui uma versão dark para a clássica “Lanterna dos Afogados” do Paralamas do Sucesso.

“1755? traz 10 faixas potentes, que de longe lembrarão trabalhos anteriores como o debut “Under The Moonspell” ou “Alpha Noir”, mas que apresentam, sobretudo, um Moonspell como nunca se ouviu antes, com o fogo de seu idioma nativo e 900 anos de história para revelar.

“1755” é um disco de raiz Metal, com riffs vibrantes, orquestrações épicas e vozes e letras que testemunham a agonia daquele dia. A banda preocupou-se também em recriar a época, existindo uma fusão com elementos percussivos e melódicos que remete para os fins do século e para a atmosfera que se vivia na capital portuguesa na altura.

 Top Rock

1Imagine Dragons
Whatever it Takes
2Paramore
Fake Happy
3U2
Get Out Of Your Own Away
4Pop Evil
Waking Lions
5Of Mice Man
Warzone
6Gary Clark Jr
Come Together
7Five Finger Death Punch 
Gone away
8Awolnation
Seven Stick Of Dynamite
9

Evanescense


Imperfection



10Moose Blood

Talk in your Sleep






Roger Waters anuncia show extra em São Paulo no dia 10 de outubro.

Os fãs acabam de ganhar mais uma oportunidade para curtir a celebrada turnê mundial, Us + Them, de Roger Waters! Uma nova apresentação vai acontecer no dia 10 de outubro, no Allianz Parque, em São Paulo. Os ingressos do show do dia 09 de outubro, em São Paulo, já estão esgotados.

No Brasil, os shows de Roger Waters são apresentados por Cartão Elo. Heineken é a cerveja oficial dos shows de São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre. Em São Paulo, o Hospital Sancta Maggiore é o fornecedor oficial. Em Salvador, a Rede Bahia é Media Partner. Em Porto Alegre, o Grupo RBS tem promoção exclusiva. Os shows são realizados pela TIME FOR FUN.

SERVIÇOS:

SÃO PAULO (SP)
Data: Terça-feira, 09 de outubro de 2018. ESGOTADO
Data: Terça-feira, 10 de outubro de 2018. (EXTRA)
Local: Allianz Parque – Rua Turiassú, 1840 – Perdizes – São Paulo – SP
Abertura dos Portões: 17h
Horário do show: 21h
Ingressos: de R$ 165 a R$ 810 (ver tabela completa)
CADEIRA SUPERIOR R$ 165,00 R$ 330,00
PISTA R$ 190,00 R$ 380,00
CADEIRA INFERIOR R$ 275,00 R$ 550,00
PREMIUM ELO R$ 405,00 R$ 810,00

Quem é Roger Waters?

George Roger Waters (Surrey, 6 de setembro de 1943) é um músicocantor e compositor inglês.

É um dos fundadores da banda de rock progressivo/rock psicodélico Pink Floyd, na qual atuou como baixista e vocalista. Após a saída de Syd Barrett do grupo, em 1968, Waters se tornou o letrista da banda, o principal compositor e o líder conceitual do grupo. Subsequentemente, a banda conquistaria sucesso internacional nos anos 70 com os álbuns conceituais The Dark Side of the MoonWish You Were HereAnimals e The Wall. Ainda que seu instrumento primário no Pink Floyd tenha sido o baixo, ele também já experimentou sintetizadores e tape loops, além de tocar guitarra rítmica e violão em gravações e apresentações. Alegando diferenças criativas com o grupo, Waters deixou o Pink Floyd em 1985, iniciando uma batalha legal com os membros restantes pelo direito futuro de usar o nome e o material do grupo. A disputa encerrou-se em 1987 e levou quase dezoito anos para que ele tocasse novamente com o Pink Floyd em 2005, no evento Live 8. Estima-se que, até o ano de 2010, o grupo tenha vendido mais de 200 milhões de álbuns ao redor do mundo, incluindo 75 milhões vendidos apenas nos Estados Unidos.

carreira solo de Waters inclui quatro álbuns de estúdio: The Pros and Cons of Hitch Hiking (1984), Radio K.A.O.S. (1987),Amused to Death (1992) e Is This The Life We Really Want? (2017). Em 1990, Waters produziu um dos maiores concertos de rock da história, The Wall — Live in Berlin, com um público estimado de duzentas mil pessoas. Em 1996, ele foi induzido ao Hall da Fama do Rock and Roll, como membro do Pink Floyd. Waters tem estado em turnê extensivamente desde 1999, tocando The Dark Side of the Moon integralmente em suas turnês mundiais de 2006 a 2008.

Em 2 de julho de 2005, ele reuniu os seus ex-parceiros de Pink Floyd Nick MasonRichard Wright e David Gilmour para o Live 8, um concerto de caridade. Foi a primeira aparição do grupo com Waters desde a última performance deles, 24 anos antes. Em 2010, ele iniciou a turnê The Wall Live, que inclui uma performance completa do álbum The Wall. Durante essa turnê, Gilmour e Mason (os únicos remanescentes do Pink Floyd, dada a morte de Richard Wright), mais uma vez, se uniram à Waters, em 12 de maio de 2011, na O2 Arena, em Londres. Tocou, com Gilmour, "Comfortably Numb"; Mason se juntou em "Outside the Wall".

BON JOVI ENTRA NO HALL OF FAME E BANDA TOCA CLÁSSICOS COM RICHIE SAMBORA.


Banda não se apresentava com Richie Sambora desde 2013

O Bon Jovi entrou para o Rock N’ Roll Hall Of Fame em sua 33o. edição que aconteceu na noite de ontem em Cleveland.

O vocalista Jon Bon Jovi disse: “Eu vim escrevendo este discurso desde a primeira vez que eu peguei uma escova fingindo que era um microfone e cantava no alto das escadas da casa aonde eu morava quando era criança.”

Bon Jovi complementou “Eu escrevi este discurso tantas vezes e de tantos jeitos. Algumas vezes escrevi o discurso tipo Obrigado. Outras vezes, escrevi o discurso tipo Vão se Fuder. Escrever foi terapêutico de várias formas. Esta noite com certeza eu vejo as coisas de um modo diferente do que eu via 10, 20, 30 anos atrás. No fim das contas, o tempo manda em tudo.”

O ex-guitarrista e fundador da banda Richie Sambora disse sobre pertencer ao Bon Jovi: “Se eu fosse escrever um livro, se chamaria Os Melhores Tempos Da Minha Vida.”

O Bon Jovi tocou 4 músicas durante o evento: “Livin’ On A Prayer”, “It’s My Life”, “You Give Love A Bad Name” e “When We Were Us”

Confira 3 dessas músicas e o discurso do apresentador Howard Stern:

Stone Temple Pilots, Bush E The Cult Anunciam Turnê Conjunta

Três grandes bandas americanas: Stone Temple Pilots, Bush e The Cult, anunciaram nesta segunda-feira (02) uma turnê conjunta que leva o nome de Revolution 3.

São, até o momento, 20 datas agendadas para anfiteatros e arenas em toda a América do Norte com início programado para 18 de julho, em Nashville, e encerramento previsto para o dia 2 de setembro em Phoenix. As três bandas passarão por cidades importantes como Detroit, Toronto e Boston.

“É com muita honra e prazer saber que passaremos nossas férias de verão na estrada com os caras do The Cult e do Bush”, disse Dean DeLeo, do Stone Temple Pilots. Billy Duffy do The Cult comentou que será uma boa se unir a grandes amigos. “Estou ansioso para esta incrível turnê com STP e Bush sabendo que todos estaremos dividindo o palco e se divertindo muito”. “Será um ótimo verão com o STP e o The Cult, duas bandas responsáveis por criar grandes canções do rock”, disse o vocal do Bush Gavin Rossdale.

A expectativa é que a Revolution 3 ganhe novas datas ao longo do ano para que a excursão seja levada para Europa, Ásia e América Latina.

Fonte: Rockbizz

Pesquisa revela que ir a shows ajuda a aumentar expectativa de vida em quase uma década.
Ainda segundo o estudo, apresentações ao vivo aumentam o bem-estar em 21%

Ir a um show de música ao vivo vai ajudar a aumentar sua expectativa de vida em quase uma década. É o que diz uma nova pesquisa publicada pela O2, empresa que administra algumas das maiores casas de shows do Reino Unido, em parceria com a Goldsmith University.

Segundo o estudo, ficar 20 minutos em um show já é o suficiente para "poder aumentar sua sensação de bem-estar em até 21%", e a experiência "conecta diretamente os níveis de bem-estar com o aumento de nove anos na expectativa de vida".

Ou seja: pode existir uma conexão entre ir a shows e o quanto você vai viver. 

"Nossa pesquisa mostra o profundo impacto que os shows têm nas sensações de saúde, felicidade e bem-estar, com a frequência quinzenal ou regular sendo a chave", afirma Patrick Fagan, responsável pelo estudo.

Para determinar os resultados, voluntários passaram por testes psicotécnicos e de frequência cardíaca após fazer atividades como ioga, passear com cachorro e, claro, ir a um show.

A conclusão foi que frequentadores de apresentações musicais tiveram um aumento de 25% nos sentimentos de auto-estima e de proximidade com outras pessoas, e um aumento de 75% no estimulo mental.

Curiosamente, a pesquisa mostrou também que britânicos preferem ir a shows do que ouvir música em casa.

Em 2013, um outro estudo no Finlândia determinou que "crianças que participam de aulas de canto têm maior nível de satisfação na escola".

Já um feito pela Universidade do Missouri, publicado no The Journal of Positive Psychology, constatou que "músicas alegres têm um efeito significativamente positivo na saúde".

"Combinando toda as nossas descobertas e a pesquisa da O2, chegamos a receita de que ir a um show a cada 15 dias pode abrir o caminho para quase uma década a mais de vida", concluiu Fagan.

Fonte: O Globo

Papa Roach Lança Clipe Para None Of The Above


O Papa Roach disponibilizou um novo videoclipe nesta quinta-feira (29), através do canal da gravadora Eleven Seven Music no YouTube.

A faixa do mais recente trabalho da banda Crooked Teeth a ganhar um tratamento visual é None Of The Above, que traz cenas gravadas em um castelo em Luxemburgo, durante a passagem da turnê do grupo pela Europa.

O filme foi dirigido por Bryson Roatch e contou com um grupo de dançarinos que acabou dando um toque teatral para esse novo clipe. Ou seja, algo nada convencional para uma banda de rock.

Fonte: Rockbizz

Utilize o player abaixo e curta novidade a seguir:

Living Colour: Ingressos Já À Venda Para Única Apresentação No Brasil.

A produtora Rádio & Tv Corsário informa que já estão à venda os ingressos para a única apresentação da banda norte-americana Living Colour no Brasil. O show está confirmado para o dia 11 de maio, na Tropical Butantã, a mais recente opção para grandes shows nacionais e internacionais na capital paulista.

Após realizar importante turnê pela América do Norte, Europa, Australia, Nova Zelândia, Vernon Reid (guitarra), Corey Glover (vocal/guitarra), Will Calhoun (bateria) e Doug Wimbish (baixo) orgulhosamente estão de volta para mais uma passagem especial pela América do Sul.

O quarteto traz o repertório do aclamado novo álbum Shade, que foi considerado um dos melhores lançamentos de 2017 e recebeu elogios extraordinários de importantes mídias como ABC News e Loudwire.

Além das novas composições, clássicos como “Cult of Personality”, “Middle Man”, “Love Rears Its Ugly Head”, “Funny Vibe”, “Glamour Boys”, provavelmente não devem ficar de fora do setlist.

Tenha você também a sua rádio